Sexta-feira, 24.07.09

Tinha doze anos quando recebi um postal do meu avô… Havia partido há alguns anos para a Noruega e volta e meia enviava-nos uma carta com novas sobre a sua vida, mas naquele ano enviou-me um postal.

As frases curtas e os cumprimentos para todos não foram o que me fez guardar aquele postal para todo o sempre… Foram sim as cores, o verde da paisagem, o vermelho da casa que ao fundo emergia, a calmaria das águas…
Sempre que olhava para aquela imagem sentia em mim uma vontade suprema de sair, de deixar a aldeia em que vivia para conhecer aqueles campos, aquele sossego que me parecia belo demais para ser verdade.
Sempre fora muito sensível. A minha mãe odiava que eu, como rapaz, perdesse tempo a olhar os pássaros, a pintar o que via, a ler e a escrever. Punha-me a trabalhar no campo : -« que é para ver se te fazes homem ! » - dizia.
A verdade é que nunca conseguiu roubar-me este amor por coisas simples, e nunca conseguiu perceber esta minha paixão por um postal, por umas montanhas, por uns campos verdinhos, por uma casa vermelha.
Cresci com aquela imagem na cabeça, qual obcessão.
No entanto, depois de crescer não tive oportunidade de viajar para a Noruega, para o destino que me preencheu a adolescência com sonhos e castelos na areia, a minha utopia…
Casei, os filhos nasceram e a oportunidade nunca chegou. A ideia de que a vida seria diferente, seria melhor na Noruega, foi-se dissipando, dando lugar a uma aceitação da vida como ela é. Jamais sairia do país em que nasci. Pior, jamais saíria da aldeia onde nasci… no meu coração a vontade existia, mas o meu corpo não emanava a coragem escondida no meu peito.
Um dia, já o meu filho tinha trinta anos, disse-me que ia partir.
-Para onde ?
-Para longe, pai. Quero conhecer o mundo, saber mais sobre tudo aquilo que existe, conhecer gente, povos, ideiais, maneiras, culturas.
E a coragem que me faltara em tempos, tinha o meu filho.
Fui à minha caixinha e de lá retirei o postal que o avô havia enviado. Amarelado pelo tempo, tao amarelado quanto eu envelhecido e enrugado.
Cheguei à sala de postal na mão :
-Mulher, vamos para a Noruega ?
-Olha, enlouqueceu o velho…
Olhei-a, desprovido de entusiasmo. Ela acabara de o afogar naquelas palavras.
Calma e desinteressadamente, perguntei-lhe :
-Vais comigo ou não ?
-Estás mesmo a falar a sério ? – perguntou incrédula.
-Sim, - respondi, gaguejando.
Não foi díficil convênce-la, mas preparar tudo levou o seu tempo…
Passaram quatro meses até ao dia da partida. Eu estava nervoso… ansioso… era o sonho de uma vida. Talvez um sonho estúpido para muitos, mas era o MEU sonho…
A viagem correu bem… afinal hoje em dia é tudo tão mais fácil com estes bichos denominados de aviões.
Quando chegamos a Oslo, não vi campos verdes, casas vermelhas ou águas paradas… O aeroporto. Das janelas via-se a cidade. Parecia uma cidade demasiadamente povoada…
O meu primo, que já cá vivia, foi buscar-nos e levou-nos até casa dele. Numa vilazinha, onde as casas tinham as mais variadas cores… os campos eram verdes e as montanhas completavam o cenário, tão similar ao meu postal ilustrado…
Já cá vivemos há oito meses. Conseguimos alugar uma casinha e a Maria adora estar cá… Dois meses depois de chegarmos foi-me diagnosticado um cancro nos pulmões… Diz a Maria que é do tabaco… Não é nada mulher… Se não fosse disso seria de outra coisa… Deram-me até cerca de um ano de vida. Não fiquei triste ou angustiado, porque afinal, tarde ou cedo concretizei o meu sonho…

Nunca é tarde para lutar e correr atrás dos nossos sonhos… Eu finalmente entrei no meu postal ilustrado…

 

(história fictícia)


tags: , , ,

publicado por Jo às 13:16 | link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Sexta-feira, 22.05.09

Dia 22 de maio de 2009... mais uns dias e faço 25 anos...mais uns meses e sao 4 anos a viver neste pais... 

4 anos... Ha 4 anos, ainda estava eu cheia de planos... hoje tenho dias... dias em que planeio, dias em que acho que ja planeei que chegue para dar sempre po torto.

Sonhar... enquanto somos novos sonhamos tanto... Lembro-me que quando tinha uns 14 anos, um dos meus sonhos era emigrar... conhecer outro pais, aprender outra lingua, absorver outros costumes... nao por nao gostar, nao amar ser portuguesa... apenas porque queria conhecer mais e mais...

Hoje... Hoje vivo noutro pais. Hoje falo diariamente uma lingua que faz parecer por vezes que estou com o "escarro" na garganta. Hoje aprendo costumes nao so dos belgas, como de outros povos que vou conhecendo (porque a diversidade aqui é tipo uma palete de vernizes da Garnier...).

Mas ainda assim as vezes sonho...As vezes desejo conseguir mais e ver mais... nao morrer sem ter a certeza que vi o que queria, que senti as pessoas como desejava...

Nao sonho tantas vezes como quando tinha 14 anos... quando vestia t-shirts tamanho XL porque achava ter um peito horrorosamente grande... quando me apaixonava sempre pelos miudos errados, que mais tarde vieram a gostar de mim e levaram um chuto no cu... quando ia a escola das minhas irmas para defende-las ou quando chegava mais tarde a casa e levava um sermao... Nao sonho tao frequentemente... mas ainda sonho... porque sim, o sonho é algo que temos so nosso... que ninguém nos pode tirar... e hoje em dia podem tirar-nos quase tudo, nao é verdade?

 

Respiro fundo... trinco uma banana... olho a minha volta... la fora o sol brilha... os meus colegas jogam a paciencia no computador, porque quase tudo fez "ponte" e nao ha serviço... eu parei os estudos por minutos e permiti-me sonhar...

 


tags: , , ,

publicado por Jo às 09:05 | link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Quinta-feira, 02.04.09

Pois é... os desafios andavam por ai escondidos, mas voltaram... desta vez foram a mafalda, a Tammi, a taniam_heidi e a Patricia.

 

As regras sao:
Escrever uma lista com oito coisas que sonhamos fazer antes de morrer;

Convidar oito blogs amigos para responder também;
Comentar no blog de quem vos convidou;
Comentar no blog dos nossos(as) convidados(as) para que saibam do mimo.

 

1. Ser mae

2. Escrever um livro

3. Ter estabilidade financeira para ajudar os meus pais e irmas caso algum dia precisem

4. Construir uma vivenda na minha santa terrinha

5. Visitar Nova Iorque (my god - como queria...)

6. Ver uma orca pelo menos uma vez na vida, mas no seu habitat natural

7. Passar uns meses em Africa

8. Adoptar uma criança

 

Passo este desafio aos "siguintis":

Bichana, Cloudy, José A., p-estrangeiro, Adnirolfa, Drink, Bruto e so_rrisoIncognito.


tags: , ,

publicado por Jo às 09:05 | link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito

Sexta-feira, 09.01.09

é sexta-feira a noite... teria de estudar se nao sentisse os olhos pesados e uma preguiça dos diabos...

 

poderia sair se nao estivessem estas temperaturas negativas, que me congelam mesmo dentro de casa...

 

nao saio para estacionar o carro em algum sitio que seja permitido... amanha, com um bocadinho de sorte, tenho uma multa...A culpa é mesmo do frio...

 

vou dormir...porque a cama é quentinha, os olhos querem fechar, a cabeça quer descansar e o coraçao quer sonhar...

 

amanha, sabado, é mais outro dia... espero que a vontade de estudar e uma inteligencia subita se instalem neste corpinho de metro e meio e nesta cabeça, por vezes um bocado po baralhada...

 

Tot morgen!



publicado por Jo às 22:32 | link do post | comentar | favorito

Poderia escrever muito ... tenho tanto para contar... sobre o curso que começou ontem, sobre a chegada dos pais, sobre o trabalho que ja tive hoje...

 

Mas estou sem vontade...

Apetece-me encostar num sofa, com a madeira a crepitar na lareira, e uma mantinha nas pernas, enquanto leio um livro e bebo chocolate quente...

 

As vezes os meus sonhos sao tao pequeninos e mesmo assim impossiveis...

 

Toca a trabalhar malandra...



publicado por Jo às 11:51 | link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Quinta-feira, 08.01.09

A Patricia, uma menina muito bonita e simpatica, deixou-me mais um desafio, que por acaso é o mesmo que respondi ha uns dias atras... para nao me repetir, deixo aqui o link do meu post e um beijinho para a Patricia.



publicado por Jo às 08:58 | link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sábado, 27.12.08

Sonhei que ia de comboio para Antuérpia e fui ter a Budapeste

Para voltar para casa, ja nao era de comboio mas sim de barco... What the fuck???

 

Epa, e parece que afinal fui pa Budapeste de bike e assim voltei, se tiver em consideraçao as dores no corpo que sinto...

 

Pa dormir assim mais valia nao dormir...

 

PS - e a cabeça também me doi porra...



publicado por Jo às 10:41 | link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 04.12.08

A nossa amiga Cloudy passou-me o desafio… nomear oito dos nossos sonhos… nao acho uma tarefa facil porque nao sou pessoa de sonhos, mas de objectivos. Ja sonhei sim, mas agora sou muito mais limitada e cinjo-me ao concretizar de objectivos… O que vou assinalar sao alguns sonhos e vontades… porque vontades nao sao necessariamente sonhos e vice-versa…

  1. publicar um livro
  2. viver uns tempos em Africa, sem luz, telemovel, internet.
  3. ver uma orca, mas no seu habitat natural
  4. aprender a tocar piano
  5. andar a cavalo
  6. ter filhos e adoptar uma criança
  7. ter uma casa na praia
  8. que eu e os meus sejamos felizes ( e nao é o que queremos todos ? )
Resumindo… sou muito basica… porque nao perco muito tempo a sonhar.

Nao vou passar o desafio, porque sei que quem o quiser fazer,  fara (nao, nao é porque curto quebrar correntes ! ). Portanto, sintam-se a vontade e partilhem os vossos sonhos, vontades, desejos ou objectivos, sejam estes quais forem :)



publicado por Jo às 09:40 | link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

Domingo, 02.11.08

Esta noite sonhei contigo...

Foi estranho, pois depois de tanto tempo so te vi em sonhos... Eu estava sentada num café (que nao consegui reconhecer) e tu chegaste do nada, acompanhado... O meu coraçao bateu forte, e o teu também. De repente começaste a sentir-te mal e a vomitar e toda a gente se afastou... Estava tudo sujo a tua volta, e eu queria ir ajudar-te. A outra so olhava para ti. Eu nao sabia se deveria ir. Continuaste a sentir-te mal. Eu nao aguentei e dirigi-me a ti... Agarrei-te e ajudei-te a levantar... estava tudo sujo, e tu olhavas-me com lagrimas nos olhos... Eu sentei-te numa cadeira e fui embora...

Entrei no carro, e mais a frente bati... desfiz o meu carro todo... as lagrimas escorriam-me pela face enquanto ligava ao meu pai... Foi enquanto eu chorava e dizia ao meu pai "Pai, desfiz o meu carro todo..." que acordei... as lagrimas escorriam-me mesmo pelo rosto e o meu coraçao batia acelerado...

 

Nao sei bem o porque mas deixei-me ficar a chorar... primeiro de alivio, depois de tristeza...

O que me faz sentir pior é saber que no fundo gostei de te ver no sonho...

 

Nao podem culpar-me por esta saudade que as vezes se apodera de mim... Foram muitos anos... foi muita partilha... Mas felizmente, tu ja nao és a mesma pessoa e isso tornou tudo mais facil... por isso digo, as saudades que sinto nao é de ti...mas sim do que tu um dia foste...



publicado por Jo às 10:25 | link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Terça-feira, 14.10.08

 



publicado por Jo às 09:48 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Este sim, o meu blogue mais que pessoal...
mais sobre mim
posts recentes

Nunca é tarde...

So uns minutos

Ja ca faltavam... :)

Hoje...

Isto tudo por causa das t...

:)

Sonhos estranhos...

E os oito nomeados sao...

Sonhei contigo...

Depois da tempestade...

arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

mais comentados
13 comentários
7 comentários
6 comentários
4 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
comentários recentes
Olá, pessoalmente ficava pelo perfume da Armani......
existem diferenças! mas temos de assegurar que ele...
No plano mental é muito fácil julgar...
bem tenho andado desaparecido mas quando decido ve...
Ricardo, o link so nao é para alguns, mas é por es...
não era mais facil colocar logo aqui o link da nov...
Parabens... O teu blog eh fixe.Eu tbm ja tou cm o ...
E que muitos outros anos se repitam... para sempre...
Querida Jo,Fiquei triste, porque gosto de ir passa...
Adoro o blog
blogs SAPO
subscrever feeds