Segunda-feira, 27 de Julho de 2009

A meu ver, a Bélgica deve ser o pais da Europa em que a percentagem de crimes macabros é mais elevada… Desde filhos que comem as maes, pais que degolam os filhos, namorados que matam as suas mais-que-tudo, outros que as decapitam, doidos que executam massacres em infantarios… Um horror… horrores que me deixam com um nó na barriga, que me enojam, que me fazem perguntar: “Mas que raio de mundo é este??”. A resposta nunca chega e, ainda pior, a matança repete-se… e os homens matam-se uns aos outros… nao por sobrevivencia, mas por maldade, porque é assim, porque hoje em dia os problemas resolvem-se de revolver em punho ou faca no bucho… é assim… é facil, raramente punivel com toda a justiça, e as situaçoes sucedem-se… uma tristeza, uma cobardia…

Semana passada, parecendo combinado, mas nao tendo sido, dois homens em cidades diferentes aqui na Bélgica, assassinaram as suas ex-namoradas com dois tiros na cabeça, suicidando-se depois (pelo menos acabaram com a propria vida, acçao na qual encontro até uma certa classe, visto que aqueles que se tentam matar e nao o fazem, sao é uns espertos do catano…). Foi sensivelmente a mesma hora… Um dos assassinos era policia… cada vez me sinto mais segura… Motivo ? Passional… as ex-namoradas ja tinham novos companheiros, e a ideia de terem sido traidos levou-os a cometer tal crime…
Eu sei que a dor de corno é lixada… sei disso… é verdade que nos passa tudo pela cabeça. Mas dai até faze-lo acho que vai um passo tao grande…
Ontem mais um (isto agora sao uns tres casos por semana) que degolou a namorada, porque pensou (veja-se !) que a namorada o tinha traido… matou-a e fugiu…
E pronto, é isto… gente, é lixado levar com um rico par de cornos, é verdade, mas nao é o fim-do-mundo ! Alias so nos deixa mais alertos para a vida ! Agora matar ? Destruir a nossa vida e a de outrém, porque perdemos a cabeça ? Homens e mulheres ha as carradas por este mundo fora, e se nao foi com aquela pessoa, seremos felizes com outra…
Deixem-se la de brincar aos filmes que as facas cortam mesmo e as pistolas largam mesmo balas… Deixem-se la de tretas passionais. Doi sim, mas uma faca no pescoço deve doer mais. A vida segue em frente. E ninguém, por muito que a tenhamos amado merece morrer (pelo menos assassinado por nos!). Ha que ter muita calma e dar o devido valor ao que somos, e sabermos ver que a pessoa em questao nao vale o esforço…
Enfim, blablabla que nao vai mudar o mundo, mas que me fez no minimo sentir mais leve, menos presa a esta revolta que me arranha quando leio casos como estes, e que ultimamente tem sido com excessiva regularidade…

Make love not war… e olhem que aposto que é muito mais agradavel…



publicado por Jo às 09:55 | link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Este sim, o meu blogue mais que pessoal...
mais sobre mim
posts recentes

Eu vou para outras parage...

Um ano...

Diferenças culturais...

Apanhei uma buba...

Chocante...

Nada melhor do que conver...

Apanhei uma buba...

ai...

é gozo nao é ?

Entao a modos que...

arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

mais comentados
47 comentários
45 comentários
42 comentários
41 comentários
36 comentários
36 comentários
comentários recentes
Olá, pessoalmente ficava pelo perfume da Armani......
existem diferenças! mas temos de assegurar que ele...
No plano mental é muito fácil julgar...
bem tenho andado desaparecido mas quando decido ve...
Ricardo, o link so nao é para alguns, mas é por es...
não era mais facil colocar logo aqui o link da nov...
Parabens... O teu blog eh fixe.Eu tbm ja tou cm o ...
E que muitos outros anos se repitam... para sempre...
Querida Jo,Fiquei triste, porque gosto de ir passa...
Adoro o blog
blogs SAPO
subscrever feeds