Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

Pois nao... é verdade. Nao se esquece. Mas quanto a mim nao é por ser inesquecivel. Nao é porque nao voltamos a amar da mesma forma, ou porque aquela pessoa era um deus tal, que pensamos nele a cada dia e minuto das nossas vidas... nao é tudo tao linear... Pelo menos, falo por mim, e sinceramente acredito piamente que se reflecte na maioria dos casos...

 

O nosso primeiro amor é quase sempre vivenciado nos primeiros anos da nossa vida como adultos. é na altura em que começamos a sair, a viver coisas novas. é nessa altura que descobrimos também o prazer e o conforto de se ter alguém ao nosso lado, e como tal certas coisas, como ir ao cinema, cozinhar, ou ir a uma festa de aniversario de um puto da familia, ganham uma nova dimensao quando feitas a dois.

Nessa altura somos também mais ousados, e na verdade, muitas das vezes temos mesmo de ser ousados. Se queremos fazer amor, tem mesmo que ser "onde calha", um bocado as escondidas, sem ninguém se aperceber. Com a minha idade agora, e mais velhos, ja nao precisamos andar com invençoes para arranjar espaço para. Nao é preciso recorrer a sitios extremamente perigosos, porque ja ha o "na tua casa ou na minha" porque a maior parte das pessoas ja tem o seu espaço. Ja nao ha aquele "medo" de admitir que se quer estar so com o namorado. Ja nao ha a necessidade de aproveitar cada segundo porque amanha pode nao dar. Quando ficamos mais velhos, so nao da se nao quisermos e acabou. Nao me venham com tretas.

 

As coisas também sao ditas com muito mais naturalidade enquanto jovens. Depois de adultos e mais experientes,  por vezes calejados, aprendemos a nao dar tudo de nos. Instintivamente colocamos obstaculos nos nossos sentimentos, de modo a nao mostrar ao outro a importancia que tem para nos. Quando jovens, perdemos por vezes o orgulho, aceitamos muitas coisas e gritamos ao mundo o que sentimos, porque afinal é do nosso"grande amor" que estamos a falar.

 

Além disso, os melhores momentos da nossa vida: a adolescencia, as maluqueiras na escola secundaria, a entrada para a faculdade ou o iniciar no primeiro emprego sao quase sempre partilhados com esse grande amor. Logo, mais tarde, quando nos recordamos dessas situaçoes, vem o melro atrelado nas recordaçoes.

 

Significa que esse amor é o grande amor? Significa que, por ter sido o nosso primeiro amor, sera o nosso grande amor, para sempre guardado no nosso coraçao num cantinho qualquer com uma placa a dizer "tinha tudo para ser perfeito"? Nao me acredito...

 

Sera o unico amor que nos dara vontade de dar este mundo e o outro para o fazer sorrir?

Sera o unico amor que nos fez perceber o que é amor, ternura e partilha?

Nao creio em nada disso e sim, sou uma descrente... mas simplesmente ja vi muito neste curto tempo de vida, e sei, que como nada dura para sempre, também nada é impossivel. E nada mas mesmo nada sera amanha o que é hoje... nao no amanha, amanha, mas no amanha dentro de anos.

 

Nao estou ressabiada. Estou sim acordada. E é tao bom viver de olhos abertos... e nao, nao se perde nada...e sim, vive-se na mesma.

 

 



publicado por Jo às 20:40 | link do post | comentar | favorito

19 comentários:
De Mário a 22 de Janeiro de 2009 às 21:40
Eia amor, quando fundar a minha empresa de aspiradores a óleo fula reciclado, quero-te como vendedora. Pronto, vendedora chefe, só para não atrofiares. Ok, supervisora. SÓCIO-GERENTE!!
E porquê? Porque acredito naquilo que dizes como se fosse a única forma de dissecar as coisas, ou pelo menos a melhor forma...


De Jo a 22 de Janeiro de 2009 às 21:50
combinadissimo !!! mas quero 89% de comissao ;)


De Bichana a 23 de Janeiro de 2009 às 10:30
Adorei a forma como expuseste este tema e como o desenvolveste...magnífico.
E desculpa, hoje não estou grande coisa para comentar isto...
Bjnhos linda


De Jo a 23 de Janeiro de 2009 às 11:30
Obrigado :)
que passa Bichaninha???

beijooooooooo assim mt mt mt grande :)


De Bichana a 23 de Janeiro de 2009 às 11:33
Hoje estou meio assim...
Bjnhos grandes para a minha Joaninha


De Jo a 23 de Janeiro de 2009 às 11:36
ehehhehehehhe sao dias :) e antes furiosa do que triste :p beijao e bola pa freinte catras bem geinte loool

beijooooooooooooooooooo


De Eu mesmo a 23 de Janeiro de 2009 às 11:13
Apenas passei por cá pra te deixar um beijinho grande
Apenas passei por cá para te ler, dando seguimento a este "vício" que ´gosot
Apenas passei por cá para te dizer "Bom Dia"
Apenas passei por cá...

Bom fim-de-semana, Jo, e um dia brilhante :)


De Jo a 23 de Janeiro de 2009 às 11:30
:) :) vicio saudavel espero ! :)
Bm dia de trabalho :D e um dia assim cheio de sol, apesar da chuva..

beijo grandeeeee


De Eu mesmo a 23 de Janeiro de 2009 às 14:23
O vício mais saudavel dos ultimos tempos :) acredita...
Boa tarde para ti, Jo ;)

Huge kiss!!


De Jo a 23 de Janeiro de 2009 às 18:05
xiiii :) com palavras assim quem é que nao vai td satisfeito pa fim-de-semana?? eu vou!!!
obrigado :) beijo grande para ti e bom fim-de-semana ;)


De mafalda a 23 de Janeiro de 2009 às 14:13
mana, eu sublinho cada uma das palavras deste post!
eu também não acredito que o primeiro amor seja o grande amor!
ora bem, com certeza que existem casos desses, em que, de facto, o primeiro amor de muita gente foi o seu grande amor... mas não tem de ser, nem é, assim para todos!
tal como dizes, é importante porque é a primeira vez que vivemos tal coisa, é uma grande novidade e cada experiência fica marcada na alma! mas não é, de todo, o amor mais importante e tem tendências a acabar num grande desgosto/desilusão!
xiiii


De Jo a 23 de Janeiro de 2009 às 14:17
Ora nem mais mana, p isso é que tende a ser visto como "O" grande amor... por causar sofrimento, visto ser a primeira desilusao ...

beijao e xiiiiiiiiiii


De A.Bruto a 23 de Janeiro de 2009 às 17:26
Como tu sabes, eh um tema que me eh caro.
Diria mesmo carissimo (flores.pt eh carissimo!).
COmo estou no trabalho, nao vou desenvolver, mas tu sabes o que quero dizer que nem sempre o primeiro "amor" eh o "primeiro" amor.
beijinhos no coraçao. Ou na vesicula.


De Jo a 23 de Janeiro de 2009 às 18:03
pois sei bem...Até porque o meu primeiro amor tb nao foi o meu amor, foi o segundo LOL
mas é so uma maneira de expressar... tu percebes...

flores.pt né? epa... n se pode queixar que nao tem um gaijo romantico :p

beijo grnde !


De Flá a 23 de Janeiro de 2009 às 19:10
Olá Jo ,

Concordo com tudo o que escreveste e, muito bem, deve referir-se...porém, a realidade embora seja essa acaba por não a ser por inteiro. Ok, não me estou a expressar bem e o mais estúpido é que tenho consciência mas não consigo evitar...
nova tentativa...
Eu também defendia fervorosamente tudo isso...e o vive-se na mesma do final era um vive-se na mesma e com menos preocupações (já se sabe que namorada que é namorada tem que ser mãe em part time ) e com maior à-vontade nas saídas à noite e afins, aumenta-se o numero de amigos porque não se vive tão voltada para uma única pessoa. Mas tudo muda.. tudo muda quando se volta a conhecer outra pessoa, outro amor...e mudamos a conversa conscientes de que voltaremos a ela se as coisas não correrem bem. O estúpido da questão é que voltamos a acreditar em tudo fervorosamente .
Tinha de me armar em crescida e vir mandar o "bitaite".

beijinho, bom fim-de-semana**


De Jo a 23 de Janeiro de 2009 às 19:22
é exactamente a isso que quero chegar!!! :) nao se vive so o primeiro amor! qd nos voltamos a apaixonar vivemos td fervorosamente mais uma vez, mesmo que ja nao haja tanto a noçao de que o fazemos :p
obrigado pelo bitaite Princesa :) sp benvinda!

beijocaaa


De Jorge a 23 de Janeiro de 2009 às 23:41
Bem...! Com este post deste-me arrepios. Há coisas tão verdade nesta vida! Identifico-me, e muito, com isto.
Bjs


De Jo a 24 de Janeiro de 2009 às 01:03
é sempre bom saber que nao sentimos as coisas sozinhos...que mais pessoas sentem o mm :)
obrigado pela visita Jorge
beijinhos


De Jorge a 24 de Janeiro de 2009 às 01:06
De nada! Ainda estou é pata ver quando visitas o meu blog! :D
jinhos


Comentar post

Este sim, o meu blogue mais que pessoal...
mais sobre mim
posts recentes

Eu vou para outras parage...

Um ano...

Diferenças culturais...

Apanhei uma buba...

Chocante...

Nada melhor do que conver...

Apanhei uma buba...

ai...

é gozo nao é ?

Entao a modos que...

arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

mais comentados
47 comentários
45 comentários
42 comentários
41 comentários
36 comentários
36 comentários
comentários recentes
Olá, pessoalmente ficava pelo perfume da Armani......
existem diferenças! mas temos de assegurar que ele...
No plano mental é muito fácil julgar...
bem tenho andado desaparecido mas quando decido ve...
Ricardo, o link so nao é para alguns, mas é por es...
não era mais facil colocar logo aqui o link da nov...
Parabens... O teu blog eh fixe.Eu tbm ja tou cm o ...
E que muitos outros anos se repitam... para sempre...
Querida Jo,Fiquei triste, porque gosto de ir passa...
Adoro o blog
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Vamos votar nos Xutos e Pontapés para Melhor Artista Europeu da MTV
blogs SAPO
subscrever feeds