Domingo, 30 de Novembro de 2008

O fim-de-semana ja passou... é um facto... amanha começa mais uma semana, porque nao, aqui nao é feriado...

Sexta-feira bufei pela primeira vez ao balao... Depois de ter ido tomar café com o Mario, que chegara de Eindhoven, ja a caminho de casa, a estrada estava cortada e a policia dava sinal para todos os carros entrarem num parque de estacionamento. O policia, que me recebeu em semelhante festança, cumprimentou-me e informou-me que estavam a fazer controle de alcool... -"Bebeste?" -"Nao" -"Fumaste erva?" - "Também nao." - "Comeste"? mais uma vez a resposta foi negativa. Perguntou-me se era a primeira vez que ia soprar ao balao, e eu respondi que sim. Muito simpatico começou a conversar, a perguntar de onde eu vinha, para onde ia, o que fazia, o que estudava, em que é que trabalhava... E diga-se, nao me incomodou o interrogatorio, porque ele, além de estar fardado (o que ja por si so...bem...) era um Brad Pitt belga. Eu nao tinha bebido, nao bebo quando conduzo, e como tal o resultado foi negativo e eu la fui a minha vida, a pensar, que bem poderia ser a Angelina daquele Brad... :)

 

No sabado foi o aniversario do Fabio, primo do Mario. Foi grande festança. Provei cachupa, que para mim é feijoada, dancei com o Mario tantas vezes e muitas das vezes ele quase me esmagava (tipo, epa Mario larga-me!) e existem provas fotograficas de tal. Arranjei uma nova tia, e o meu primo passou a ser o Camolas, porque acho que ele até ja se esqueceu do meu nome... pelo menos, ao apresentar-me a uma pessoa, ja nao sabia como é que eu me chamava, tal o habito de me chamar prima.

Eu fiquei com inveja deles todos, porque nao pude beber...Estava mais uma vez a conduzir... mas por outro lado, evitei uma grande dor de cabeça e de estomago, como uma certa pessoa ! ;)

 

Hoje foi para descansar. Apesar de ao fim do dia ter saido para tomar café em casa de uma amiga... agora, filmezinho com os papas, e depois xixi e cama.

 

Marinho, picardias a parte, ja nao sei viver sem os nossos fins-de-semana. Obrigado pelos momentos tao divertidos que passamos. E agora como estou a ser fofi, vou ouvi-lo uma semana inteira dizer que estou apaixonada por ele, e pior que nao tenho hipoteses! :)

 

E entretanto, aproxima-se o Natal !

 

Na foto, eu com o prato de cachupa vazio, e o Mario com lingua de fora, va-se la saber porque!



publicado por Jo às 21:07 | link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

Epa, poderia ser implicancia minha, mas nao é! Imaginem-se num escritorio, onde so estao quatro pessoas a trabalhar. Acham normal que o meu colega me mande um email a pedir para tratar de um orçamento?? Tipo, eu estou a frente dele! Reenviava-me o pedido do cliente e dizia " Joana trata disso, se fazes o favor." Epa, era assim que eu agiria, é assim que as outras pessoas agem.

So que o Bart é tao atrasado, tao toto, que nao tira nada daquela cabeça, porra! E isto ja foi ha uma hora, acham que ele me falou sobre isso do e-mail? Nada!! E depois, diz que eu nao converso com ele e mais nao sei o que...

 

Nao lhe respondi ao e-mail, nem sequer toquei no assunto. Ignorei. Para parvalhao, parvalhona e meia!

 

E sempre que ele se levanta, quando anda, faz lembrar um robot... oh Deus meu... que fiz eu para merecer trabalhar com um "retard" destes??



publicado por Jo às 09:54 | link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Sou, sim senhor ! Mas a culpa nao é minha… é dos senhores responsaveis pela sinalizaçao de transito.

Na terça-feira demorei meia hora a chegar a faculdade, quando na verdade, do meu local de trabalho a mesma sao apenas cinco minutos, ou talvez menos, ao volante do meu bolinhas. O problema foi : eu ia distraidissima a pensar ja nem sei em que e nao virei a esquerda como era suposto… mas a culpa nao foi minha… se os senhores reponsaveis pela sinalizaçao nao colocassem sinais de sentido proibido em tudo quanto é rua ! Nao é que eu estava mesmo pertinho do parque de estacionamento da faculdade, e nao podia passar, porque era proibido ?
Conclusao, fui obrigada a meter-me por outro caminho, por uma avenida, onde é impossivel fazer inversao de marcha. E assim andei um bom pedaço. E digam-me, a culpa é minha ? Nao ! Eles é que poem sinais proibidos em todas as ruas que me levariam a Roma ! Quando dei por mim, estava quase a entrar na auto-estrada, no fim de uma avenida pela qual so passei uma vez e foi ha 4 anos atras, quando ca vim de férias. Quando vi aquela entrada pa auto-estrada, fui obrigada a benzer-me e a fazer inversao da marcha mesmo ali, pisando duas linhas continuas. E assim retomei pela avenida principal de Antuérpia, mas agora no sentido contrario, direcçao a escola. Apesar de ter ido por uma via de bus (epa ! é que nao tenho culpa! Na direcçao que eu precisava ir nao havia faixa para mim! ) acabei por reconhecer novamente o caminho, até a praça onde se concentram os cafés portugueses. Aí sim, teria que estacionar. Mas, como quem tem cu tem medo, eu nao queria estacionar muito longe… entao no cruzamento resolvi meter-me por uma rua a esquerda… Naquele momento senti-me um peao numa passadeira em plena capital chinesa. Eu e o meu peugeotzinho no meio do cruzamento, sozinhos naquela direcçao, e dezenas de outros carros a virem em nossa direcçao, a desviarem-se, darem sinal de luzes… e eu tipo “Mas qué que foi, heim?” … epa, isto nao se faz… depois EU é que sou o perigo! Finalmente consegui meter-me entre uns e outros, ja a transpirar, e a pensar "é hoje que derreto o meu carro". Mas nao… estacionei, sa e salva e ainda tive direito a caminhar uns oito minutos até ao edificio.
Eu sei, sou um perigo… mas a culpa nao é minha, é mesmo desses senhores… e a custa deles tive que correr meia Antuérpia ! A culpa é deles !
Ou isso, ou alguma bruxa me viu ! ;)


publicado por Jo às 08:52 | link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

Pelo destaque, que de tao inesperado, soube mesmo bem :) tipo pastel de nata numa manha de Verao, enquanto tomo um café, sentada numa esplanada e vejo o pessoal a ir para a praia...

 

Fora de brincadeira, OBRIGADO :) é uma sensaçao muito agradavel!

 


tags: ,

publicado por Jo às 11:23 | link do post | comentar | ver comentários (25) | favorito

A nossa Jianinha passou-me mais um desafio... que consiste em escolher tres dos nossos livros preferidos... Nao acho facil.. para mim nunca foi facil escolher um livro...mas vou tentar... Livros que voltaria a ler:

 

1. "Deixei o meu coraçao em Africa"  (Manuel Arouca)

Deixei o Meu Coração em África

 

Sinopse:

"Isabel recebe um manuscrito em condições inesperadas e misteriosas. O seu autor, Rodrigo, desaparecido há seis anos e dado como morto pelos seus amigos, relata as experiências e as vivências, os factos e as emoções, os encontros e os desencontros que marcaram a sua vida. Assim, o leitor é levado numa viagem que, por um lado, o transporta aos loucos anos sessenta na alta sociedade lisboeta; e, por outro, o leva à sedução de África, continente misterioso que abre novos horizontes. Se encontramos a guerra de guerrilha, difícil e intensa, deparamo-nos também com o glamour de uma vida aventureira, célebre por safaris, pára-quedismo, aviões e um quotidiano nas fazendas marcado pela ousadia. As relações pessoais espelham-se num pano de fundo que é uma época politicamente moralista, marcada por valores tradicionais e pela guerra colonial." 
 

2.Onze minutos (Paulo Coelho)

Sinopse:

"'Onze Minutos' não se propõe a ser um manual sobre o homem e a mulher diante do mundo ainda desconhecido da relação sexual. É uma análise do meu próprio percurso, sem pretender julgar aquilo que vivi. Custou muito até que eu aprendesse que o encontro físico de dois corpos é mais que uma simples resposta a alguns estímulos físicos. Na verdade, ele carrega consigo toda a carga cultural da humanidade."

 

3. Os Maias (Eça de Queiros)

 

Sinopse:

"A obra Os Maias é notável, principalmente pela sua linguagem e, também, pela ironia utilizada para apresentar as situações. É um romance realista, onde o leitor se depara com o fatalismo, a análise social, as peripécias e a catástrofe que caracterizam o enredo passional.

A obra conta a história da família Maia, ao longo de três gerações, acabando por se centrar na última geração, evidenciando os amores incestuosos de Carlos da Maia e Maria Eduarda.
De referir ainda a crítica à situação do país, a nível político e cultural, e também à alta burguesia lisboeta oitocentista. "

 

Passo agora este desafio:

- Mario

- Bruto

- Drink

- Daniel

 



publicado por Jo às 10:29 | link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito

Terça-feira, 25 de Novembro de 2008

Naquela tarde primaveril, enquanto eu caminhava e olhava as arvores a minha volta, ouvia os passaros chilrearem e pensava na minha seca vida, as lagrimas rolaram. Senti o calor das minhas lagrimas a rolar pela face, enquanto a brisa levemente me beijava o rosto, como que me amparando na minha tristeza. Até hoje ainda nao aceito. Nao tinhas esse direito. Abandonaste-me mesmo sabendo que eu te amava e te tinha como o homem ideal, o heroi das minhas historias encantadas.

Sentei-me, encostada a uma arvore, como que na esperança de te sentir sentar ao meu lado, mas tal nao aconteceu. Se tu me visses agora… Consegues ver-me ? Consegues sentir-me ? Sabes quem sou ? No que me tornei ? Sera que te questionas como segui a minha vida? Sera que sentes tristeza por nao partilhares das minhas alegrias, das minhas frustraçoes, das minhas desilusoes ?
E continuo a perder tempo com estas perguntas para as quais nao tenho resposta… e odeio-me por isso.
Levantei-me na esperança de te afastar da minha mente, mas aquele caminho so me leva a ti…
Ouvi passos apressados.
-         Eu sabia que te encontraria aqui… - disse-me.
-         É obvio… - respondi com os olhos humidos.
-         Susana, tens que ultrapassar isso… - abraçou-me e senti o seu calor arrepiar-me até a espinha. – nao podes viver a tua vida, ou melhor, a nossa vida, agarrada a lembranças ! Todos nos as temos, e no entanto, a vida continua… cada individuo segue o seu caminho…
-         Luis, eu sei disso tudo, mas este bosque traz-me muitas recordaçoes.
-         Recordaçoes essas que te devem fazer sorrir.
Abracei-o ainda mais fortemente. Ele entendia-me.
Ele entende-me… como tu um dia me entendeste…
-         Vamos embora – digo.
Nao viro costas ao caminho. Sigo em frente.
E nao viro costas a este caminho, o qual percorremos varias vezes antes de partires.
A ultima memoria que tenho tua é neste mesmo bosque. Corriamos a procura de pinhas. Tu cantavas alegre. Sorrias. Abraçavas-me. Atiravas-me ao ar.
Lembras-te da tarde que passamos a procura do Tico ? Era assim que eu chamava ao esquilo que uma vez tiveramos oportunidade de ver fugir quase a velocidade da luz.
Naquele dia deixei o bosque, mas nao deixei de la voltar. La estas vivo, nas arvores, nas folhas, nas brisas, nos finos raios que se atrevem a atravessar por entre a copa da arvore. La tenho-te para mim, mesmo nao te tendo. La sinto-te em cada chilrear, em cada flor que desabrocha…

Amo-te meu irmao, e para sempre… e o caminho continuo a percorre-lo, até ao dia em que este me leve de volta a ti e me envolva na paz que tanto procuro…  

 

(Texto ficticio criado por mim para a Fábrica de histórias)



publicado por Jo às 13:56 | link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

Cresci no Porto. Neve nem ve-la. Por isso ontem quando nevou tanto, eu esqueci o quao friorenta sou e fui para a neve. A cidade estava simplesmente maravilhosa, e o frio nao incomodava as varias pessoas que caminhavam enquanto nevava torrencialmente.

Quando acordei esta manha, continuava tudo branco. Na auto-estrada, a caminho de Antuérpia e ja em Antuérpia estava tudo branco. E apesar do frio, do perigo que é conduzir com este tempo, do receio que sinto cada vez que faço os 30 kms entre a minha cidade e Antuérpia, nao posso negar que estas paisagens mexem comigo. Possivelmente com toda a gente... mas é tao romantico, tao lindo... e eu que quando era pequena so via neve nos filmes, sinto-me agora eu propria num filme.

Eu sei que estou possivelmente a dar importancia demais a uma coisa tao simples, mas eu dou valor as pequenas da vida, e esta é uma delas...

Depois do almoço preve-se mais neve...

E este ambiente romantico, magico, mantem-se, embora sendo também frio, gelo, molhado ! :)



publicado por Jo às 10:11 | link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito

Domingo, 23 de Novembro de 2008

 

E quando neva em Mechelen, tudo se torna mais belo, mais magnifico... Quando neva em Mechelen, é magico, é natalicio... é o sonhar, sem dormir, é o brincar, mesmo ja nao sendo crianças, é o sentir que a vida é mesmo feita de pequenas coisas, pequenos momentos partilhados com as pessoas que gostamos...

Quando neva em Mechelen... também é frio, é gelo, é café quente, depois de entrar em casa, sentar no sofa com uma manta por cima, e sentir que estamos no nosso lar.

 

 

O centro de Mechelen:

 

 

 

 

 

 

 



publicado por Jo às 17:20 | link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

 

e  iria até ao fim do mundo...



publicado por Jo às 13:32 | link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

Quando eu era pequena adorava o Chuck Norris. "Walker, Texas Ranger" foi durante os meus tempos de miuda, das séries americanas que eu mais gostava...

 

Portanto, foi com um ar desapontado que li esta manha esta noticia... Chuck Norris parece ser homofobico... Se o é, lamento, deixou de ser o heroi que eu via nele quando pequena...

Chuck Norris é totalmente contra o casamento entre homossexuais. Até ai respeito. Cada qual tem a sua propria opiniao. Mas ele incentiva grupos a formarem acçoes contra os nao-hetero. Chuck, o teu Deus nao gosta de gays, mas gosta destas tuas guerrinhas, destes teus incentivos a violencia? Nao entendo...

 

Chuck Norris também ficou revoltado com a eleiçao do presidente americano, Obama. Falta saber se o Deus dele, e as igrejas as quais ele recorre, também acham que pretos nao tem direito a assumir a presidencia seja do que for...

 

Chuck... destruiste uma ilusao de criança !



publicado por Jo às 11:00 | link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito

Este sim, o meu blogue mais que pessoal...
mais sobre mim
posts recentes

Eu vou para outras parage...

Um ano...

Diferenças culturais...

Apanhei uma buba...

Chocante...

Nada melhor do que conver...

Apanhei uma buba...

ai...

é gozo nao é ?

Entao a modos que...

arquivos

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

mais comentados
47 comentários
45 comentários
42 comentários
41 comentários
36 comentários
36 comentários
comentários recentes
Olá, pessoalmente ficava pelo perfume da Armani......
existem diferenças! mas temos de assegurar que ele...
No plano mental é muito fácil julgar...
bem tenho andado desaparecido mas quando decido ve...
Ricardo, o link so nao é para alguns, mas é por es...
não era mais facil colocar logo aqui o link da nov...
Parabens... O teu blog eh fixe.Eu tbm ja tou cm o ...
E que muitos outros anos se repitam... para sempre...
Querida Jo,Fiquei triste, porque gosto de ir passa...
Adoro o blog
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Vamos votar nos Xutos e Pontapés para Melhor Artista Europeu da MTV
blogs SAPO
subscrever feeds